Saiba quais são os problemas mais comuns nas crianças

A cárie da primeira infância (CPI) trata-se de crianças com menos de 6 anos, na qual já tenham desenvolvido duas ou mais cáries na primeira dentição. E quais são os fatores de risco? Veja abaixo!

Quais são os alimentos responsáveis pelas cáries?

Alimentos ricos em glicose, ou seja, açúcares e amido, como doces, sucos, refrigerantes, bolachas, entre outros, são os maiores responsáveis pelas cáries, principalmente as coronárias, tipo mais comum entre as crianças e adolescentes, e que se forma na parte superior dos dentes, onde ocorre a mastigação.

Quais são os fatores de risco?⠀
➡ Não escovar os dentes após as refeições⠀
➡ Nunca ter ido ao dentista⠀
➡ Beber sucos de fruta ou leite com frequência, visto que o açúcar permanece sobre os dentes.⠀

Quais são os problemas mais comuns na criança?

  • Periodontite⠀

É uma inflamação na gengiva que pode provocar o enfraquecimento ou até mesmo a perda dos dentes.⠀ ⠀ 

  • Gengivoestomatite⠀

Condição que surge principalmente em crianças com o sistema imunológico debilitado, a gengivoestomatite é uma inflamação da mucosa oral causada pelo vírus da herpes, com o aparecimento de aftas e inchaço das gengivas.⠀ 

  • Monilíase ⠀

Infecção da orofaringe causada por fungos, também conhecida como sapinho.⠀ ⠀ 

  • Halitose 

O popular mau hálito também acomete as crianças, sendo que a maioria dos casos são provocados por outros problemas bucais, como gengivite, periodontite, placa bacteriana e cárie.⠀ ⠀

Como prevenir?⠀
➡ Frequentar o dentista desde cedo, realizando visitas regularmente⠀
➡ Escovar os dentes duas vezes ao dia ou após as refeições, com um creme dental que proteja o esmalte do dente
➡ Manter alimentação saudável e evitar alimentos com grandes quantidades de açúcar.⠀

Há tratamento?
Sim! A cárie que acomete os dentes primários (de leite) pode ser restaurada por um odontopediatra, quando detectada precocemente. Para um tratamento de sucesso, é importante a boa comunicação entre o especialista, paciente e família, tendo em vista que a criança precisa inserir bons hábitos de higiene bucal em sua rotina, a fim de evitar novos casos da doença. 

A saúde bucal das crianças merecem atenção e nós estamos aqui para auxiliar. Agende um horário conosco e fale com a nossa odontopediatra!  

Afinal, o que é a lente de contato dental?

Vários são os procedimentos estéticos que podem ser realizados para conquistar o sorriso dos sonhos e aumentar a autoestima do paciente. Um deles é a aplicação das chamadas lentes de contato, laminados de porcelana bem finos colados sobre os dentes. Tem interesse em realizar este procedimento? Então, veja abaixo quais são as perguntas mais frequentes sobre o assunto.

Para quem é indicado?
 Para a colocação das lâminas, é necessário realizar um pequeno desgaste nos dentes, visto que a lente de contato dental precisa de espaço e espessura suficiente para ser inserida. Sendo assim, a avaliação deve ser realizada por um especialista, pois a saúde bucal do paciente deve estar em dia, sem risco ou presença de cáries e outras complicações. É importante ressaltar que a lente dental não é recomendada para crianças e adolescentes.  

Quais são os benefícios?
➡ São mais resistentes às manchas 
➡ Restabelece a resistência dos dentes 
➡ Preserva a estrutura natural do dente
➡ Aumenta a confiança e autoestima do paciente
➡ Resultado rápido e duradouro 
➡ Deixa os dentes com aparência mais clara

Qual a diferença entre facetas dentárias e lente de contato?
➡ Facetas: para a sua colocação, o dentista faz um pequeno desgaste no esmalte dentário, a fim de garantir uma melhor fixação do material e obter um resultado de excelência. É um tratamento de alta durabilidade e as principais indicações são: múltiplas restaurações, formato dos dentes irregulares, dentes mais escuros, manchas brancas nos dentes, entre outros. ⠀
➡ Lentes de contato: é mais fina que a faceta dental. Indicada para imperfeições mais suaves no sorriso como fraturas, manchas, dentes separados e também para aumentar o tamanho dos dentes. Embora seja extremamente fina, ela é tão resistente e duradoura quanto a faceta.

O procedimento dói?
Não! A aplicação das lentes dura em média uma hora e é realizada no consultório, sem a necessidade de anestesia.

Qual a durabilidade das lentes? 

 A duração média é de 20 anos, mas o tempo de conservação das lentes também depende do paciente. Fazer o uso correto do fio dental, escovar os dentes após as refeições e realizar as consultas de manutenção com o especialista, devem estar na rotina. 
Renove o seu sorriso e sua autoestima! Entre em contato conosco e agende a sua avaliação! 

Clareamento dental: tudo o que você precisa saber!

O clareamento dental é um dos procedimentos odontológicos estéticos mais procurado por aqueles que querem recuperar e renovar a beleza e saúde do sorriso. O procedimento tem como finalidade modificar a cor natural dos dentes, deixando-os com tons de cinco a sete vezes mais claros. 

Vamos falar um pouco mais sobre o assunto? Confira abaixo as perguntas mais frequentes sobre o tratamento. 

Quem pode fazer?
Não há grandes restrições, desde que a cavidade bucal do paciente esteja em bom estado de higiene e saúde. As contraindicações são para gestantes e pacientes com problemas bucais, como lesões dentárias e cáries.

Quais são os benefícios do clareamento? 
➡ Aumento da autoestima e confiança do paciente
➡ Resultados rápidos
➡ Procedimento seguro e confiável devido ao monitoramento de um especialista
➡ Remoção de manchas 

Quais alimentos devo evitar durante o tratamento? 
Para o clareamento dental ser totalmente eficiente, é necessário a colaboração do paciente durante o processo, principalmente em relação aos hábitos alimentares. Por isso, confira alguns alimentos que você deve evitar durante o clareamento.⠀⠀

  • Café: seu pigmento marrom escuro pode acabar manchando os dentes. Mas, se você gosta de café e não abre mão de tomar pelo menos uma xícara, opte por misturar com leite.⠀
  • Chá: o pigmento natural também pode amarelar os dentes. Dentre os principais estão o chá-preto, chá-mate, de frutas vermelhas ou amarelas e hibisco.⠀
  • Vinho tinto ou suco integral: o roxo da casca da uva é a causa para as manchas aparecerem.⠀
  • Chocolate: o principal ingrediente do doce, o cacau, possui um pigmento marrom de cor intensa. A dica é, se possível, evitar comer e/ou escovar os dentes logo após a ingestão.⠀
  • Ketchup e molho de tomate: em ambos, há uma grande presença do pigmento vermelho do tomate. Quanto menos caseiro for o molho ou extrato, mais chances de manchar os dentes.

É necessário realizar manutenção após o tratamento?
O procedimento não é realizado em sessão única. Normalmente, após um ano consumindo alimentos e bebidas que contenham muito corante (café, chá, refrigerantes), os dentes perdem ligeiramente a cor e novas manchas aparecem. Por isso, é importante manter a realização do procedimento a cada cinco anos.
Agende uma avaliação conosco. Renove seu sorriso e aumente sua autoestima! 

Você tem dúvidas sobre os implantes dentários? Então, acesse aqui.

A perda de dentes traz sérias consequências para o paciente, por isso, é extremamente importante visitar o dentista regularmente. Para saber mais sobre os implantes dentários, leia abaixo as principais dúvidas dos nossos pacientes. 

O que é um implante dentário? 
O implante dentário é um pino de titânio, utilizado para substituir a raiz do dente perdido. Ele é colocado no osso para posteriormente posicionar uma coroa sobre ele. Em alguns casos, quando o paciente perde todos os dentes, também é possível colocar alguns implantes e fazer uma prótese (Protocolo) parafusada sobre eles, devolvendo ao paciente o seu sorriso e, claro, a função mastigatória.

Quais são as vantagens?
➡ Prevenir a perda óssea
➡ Preservar a estrutura natural dos dentes e das gengivas
➡ Melhorar a mastigação
➡ Elevar a autoestima, devolvendo um sorriso saudável e bonito⠀
➡ Ter uma aparência muito próxima à aparência dos dentes naturais⠀➡ Ficar preso firmemente na arcada dentária, ou seja, o dente não se desloca ao falar ou comer⠀
➡ A higienização é simples, sendo necessário apenas o uso de escova de dentes e fio dental.

Quem pode fazer?
Ele é recomendado para pessoas que perderam um ou mais dentes, mas pode ser realizado em qualquer pessoa que esteja com os ossos da região bucal e as gengivas saudáveis. 

Quais são os tipos de prótese dentária e quais suas indicações?
➡Prótese totalIndicação: perda de todos os dentes.
➡Prótese parcial removível (PPR).Indicação: perda de mais de um dente.
➡ Prótese fixaIndicação: perde de um ou mais dentes próximos.
➡ Prótese tipo Onlay/InlayIndicação: desgaste de parte da coroa do dente.
➡ ProtocoloIndicação: semelhante a prótese total, porém, não pode ser removida pelo paciente.
➡ OverdentureIndicação: para pacientes que não querem colocar muitos implantes na boca e/ou fazer enxerto ósseo.⠀
➡ CoroaIndicação: é o tipo de prótese que é colocada sobre o dente e/ou implante. ⠀

A realização do procedimento dói?
De maneira geral, não. A cirurgia é realizada com anestesia local e a colocação é realizada no mesmo dia.

Como a cirurgia é feita?
Após o profissional de saúde solicitar e analisar alguns exames do paciente, ele irá extrair apenas os dentes necessários, preservando o que resta de osso. Em seguida, ele parafusa os pinos de titânio, a fim de conseguir colocar os dentes. Depois, é colocado os extensores do pino, na qual será fixada a coroa, parte superior do dente. A integração total do pino leva aproximadamente seis meses para os dentes de cima, e quatro meses para a região de baixo.

E o pós-operatório?
Após a cirurgia, o paciente precisa ficar pelo menos um dia de repouso, evitando cuspir ou fazer bochechos, a fim de impedir sangramentos. Evitar alimentos quentes e duros também ajuda no processo de cicatrização.
Em casos de dores e infecções, o dentista pode receitar analgésicos e antibióticos para auxiliar na recuperação completa. Manter visitas regulares é de extrema importância para evitar possíveis complicações no futuro. Restaure sua saúde bucal e sua autoestima! Agende uma consulta conosco. 

Aparelhos Ortodônticos – Como saber se preciso usar?

Existem alguns problemas dentais que necessitam de correção com aparelhos ortodônticos e são fáceis de identificar, mesmo sem a avaliação de um dentista. Confira:

➡ Mordida aberta: ao morder, há espaço entre as superfícies frontais ou laterais;
➡ Mordida cruzada: quando a arcada inferior encontra-se mais à frente que a superior;
➡ Diastema: o desenvolvimento incorreto dos dentes causando espaços e falhas;
➡ Desvio de linha mediana: as arcadas superior e inferior não se alinham;
➡ Apinhamento: quando a arcada dentária é pequena demais para acomodar todos os dentes da boca.

É bom lembrar que um tratamento dentário cuida mais do que apenas a estética do seu sorriso, cuida principalmente da sua saúde bucal. Então, agende uma avaliação conosco. Estamos esperando por você!

Periodontite – Conheça os sintomas

A periodontite, que é um avanço da gengivite não tratada, pode apresentar vários sintomas, entre eles:

➡ Aftas;
➡ Dentes móveis;
➡ Gosto azedo na boca;
➡ Pus entre a gengiva e o dente;
➡ Vermelhidão na gengiva;
➡ Mau hálito;
➡ Presença de sangue na escovação;
➡ Tártaro.

Nós, da Sallum Odontologia, oferecemos profissionais especializados para cuidar do seu sorriso e evitar problemas como estes.

Agende uma avaliação conosco. Estamos esperando por você!

Saiba quais são os problemas bucais mais comuns nas crianças

Com certeza é o problema bucal mais conhecido entre as crianças, até mesmo na fase dos dentes de leite.

Alimentos ricos em glicose, ou seja, açúcares e amido, como doces, sucos, refrigerantes, bolachas, entre outros, são os maiores responsáveis pelas cáries, principalmente as coronárias, tipo mais comum entre as crianças e adolescentes, e que se forma na parte superior dos dentes, onde ocorre a mastigação.

Periodontite
É uma inflamação na gengiva que pode provocar o enfraquecimento ou até mesmo a perda dos dentes.

Gengivoestomatite
Condição que surge principalmente em crianças com o sistema imunológico debilitado, a gengivoestomatite é uma inflamação da mucosa oral causada pelo vírus da herpes, com o aparecimento de aftas e inchaço das gengivas.

Monilíase
Infecção da orofaringe causada por fungos, também conhecida como sapinho.

Halitose
O popular mau hálito também acomete as crianças, sendo que a maioria dos casos são provocados por outros problemas bucais, como gengivite, periodontite, placa bacteriana e cárie.